Depois de termos dado sugestões de escapadinhas para este inverno (ver aqui), resolvemos dar uma ajuda na hora de fazer a mala. Para nós mulheres, organizar uma mala pode ser uma missão bem complicada. Queremos um look especialmente pensado para cada dia, com sapatos e acessórios diferentes. Gostamos de ter opções, ninguém gosta de se sentir na obrigação de usar um conjunto que planeou há uns vários dias! É tão comum mudar de opinião (então nós mulheres…). Por essa razão, levamos connosco sempre coisas desnecessárias. 20 tons de sombra para os olhos, 6 cores diferentes de batom, um spray para alisar o cabelo, outro para caracóis, 2 máscaras de pestanas (porque uma delas pode secar)… Resumindo, somos pessoas muito prevenidas! Mas a nossa forma de ser não é muito compatível com malas de cabine. Ou melhor, com o tamanho e peso limite das malas de cabine. O  nosso pior inimigo, numa viagem, é mesmo a balança no balcão do check in…ou então o medidor de bagagem de mão junto à porta de embarque. Para evitar esse stress pré viagem, reunimos as melhores dicas para otimizar o espaço da mala. Mas todo esse planeamento passa por nos tornarmos mais seletivas.


# 1Planear previamente

A app da meteorologia vai ser a nossa grande ajuda nesta missão. O tempo vai condicionar todas as nossas escolhas, então convém estarmos atentas às previsões para não sermos surpreendidas. Também o itinerário da viagem vai condicionar as nossas escolhas. Dependendo do tipo de viagem que vamos fazer, o estilo que adotamos também vai variar. Influencia o tipo de calçado, se a roupa é mais ou menos confortável, se levamos roupa de praia ou não, etc…


# 2 – Separar tudo e fazer as combinações antes de colocar na mala

No seguimento do ponto 1, antes de colocar as peças na mala e já depois de saber que tipo de roupa temos de levar, é importante pensar nos looks para cada dia. Looks versáteis e que dê para formar outras combinações caso não nos apeteça usar aquilo que já tínhamos idealizado. O ideal é criar os looks e colocá-los separadamente na mala. Facilita a organização e faz com que, na própria viagem, não percas tanto tempo à procura das coisas.


# 3 – Cores neutras e sem grandes estampados 

Para garantir a versatilidade das nossas escolhas, devemos dar prioridade aos tons neutros, tecidos lisos e evitar os estampados. Assim, mesmo que repitamos algumas peças, nunca vai ser perceptível porque as conjugações são diferentes e não há peças demasiado chamativas. Podemos apostar em acessórios mais exagerados e diferenciadores, caso queiramos dar um toque diferente ao outfit.


# 4 – Organizadores de malas

Durante uma viagem queremos tirar o máximo partido dos dias e evitar perder tempo com questões logísticas. Por isso, ter a mala organizada é uma mais valia! Dividir as peças em diferentes compartimentos é uma ideia. Roupa interior, calçado, roupa, produtos de higiene, maquilhagem, tudo devidamente separado em diferentes divisórias.  Vamos agradecer quando estivermos a arrumar a mala no final das férias!


# 5 – Aproveitar todos os espacinhos

Este truque pode não parecer o mais esteticamente apelativo mas é realmente eficaz. Há espaços desaproveitados dentro de uma mala e a ideia está em usar esses mesmos espaços para peças mais moldáveis…como meias! Colocar meias dentro de sapatilhas ou botins é uma ideia!


# 6 – Vestir a roupa mais volumosa

Esta dica é mais óbvia. Principalmente no inverno é essencial fazê-lo. Sobretudos, camisolas de malha, gorros, botas… Vestir tudo o que ocupa mais espaço pode não ser muito confortável e prático mas vai, certamente, liberar um espaço extra na bagagem.


# 7 – Ser racional na hora de escolher os sapatos

Pois é… Mulheres e sapatos, uma relação mais do que assumida! Mas todas as relações devem passar por um período de teste, um tempo afastados para fortalecer a relação. As viagens são um bom pretexto para o fazer! Temos de ser práticas! Não é fácil, não vou mentir, é contra a nossa natureza… Mas temos de abdicar de umas coisas em função de outras. Calçado confortável é um must have quando queremos visitar a fundo uma cidade. O que não quer dizer que tenhamos de abdicar do estilo!


# 8 – Deixar um espaço extra na mala

Este é o maior desafio de todos! Quem consegue ir de férias e não trazer um souvenir do país que visitou? Ou mesmo uma pecinha de roupa diferente que arrebatou de imediato o nosso coração… Sejamos sinceras, é muito difícil controlarmos esse impulso. Não ter espaço na mala também pode ser uma boa estratégia para limitar as compras de impulso, mas somos teimosas e vamos tentar à força toda que tudo caiba, nem que para isso tenhamos de saltar em cima da mala umas 10 vezes. Para evitar esse esforço físico excessivo, o melhor é mesmo deixar um espacinho na mala reservado para compras. Presentes para a família, como é óbvio (queremos enganar quem?!)!