A nova coleção cápsula da Burberry é trabalhada com ECONYL®, um fio de nylon sustentável feito de redes de pesca regeneradas, retalhos de tecido e plástico industrial. A cápsula ECONYL, que inclui uma reinvenção do clássico e leve Car Coat da Burberry, é apenas um dos exemplos das 50 disrupções que a Burberry está a fazer para criar uma indústria de moda mais circular e ligada à sustentabilidade.

Nesta nova coleção, a Burberry mostra que é possível lidar ativamente com problemas ambientais e, ao mesmo tempo, criar produtos bonitos e luxuosos.

Pam Batty, Vice-Presidente de Responsabilidade Corporativa da Burberry, refere sobre o lançamento: “(…) Esta coleção é apenas uma das formas pelas quais a Burberry está ativamente a intervir e a melhorar cada etapa do processo de produção dos nossos produtos, porque sabemos que a nossa indústria pode desempenhar um papel fundamental na construção de um futuro mais sustentável através da ciência e inovação”.

 A herança da Burberry está ligada à inovação dos materiais, desde a invenção da gabardina – um tecido respirável, resistente e à prova de intempéries – por Thomas Burberry em 1879 – ao trabalho mais recente com a empresa 37.5 para usar areia vulcânica e cascas de coco na tecnologia de regulação térmica para casacos acolchoados. A Burberry também lançou o Refibra, um novo fio produzido com sobras recicladas de algodão da Burberry Mill, em Yorkshire, para fazer os seus dust bags, bolsas para jóias, desfiles e artigos de cabedal.

A coleção cápsula ECONYL® já está disponível na sua loja Burberry e, mais uma vez, prova que moda e sustentabilidade podem “andar de mãos dadas”.

Artigo publicado a 28.08.2019