José Avillez volta a surpreender-nos com um projecto algo inesperado – que nos deixou muito curiosos.

Chama-se BECO – Cabaret Gourmet e fica situado no Bairro do Avillez, atrás de uma passagem escondida, este local sofisticado e envolto em mistério, inspirado nos clubes dos anos 20 e dos anos 50, que só abre portas ao fim do dia e, para o jantar-espectáculo, entra apenas quem tiver bilhete.

O menu de inspiração global é composto por 12 momentos distintos e é sempre surpresa. Neste menu de degustação, ficam-se a conhecer algumas das criações mais inesperadas do chef José Avillez.

«Em 1908, o meu trisavô José Ereira abriu o Maxim’s no Palácio Foz. Segundo sei, o Maxim’s era o clube mais elegante de Lisboa. Além de restaurante e bar, era um espaço de entretenimento, com música, dança e jogo. O BECO é inspirado no charme e no ambiente sofisticado e boémio do Maxim´s. Num espaço escondido e exclusivo, com um número restrito de lugares, o BECO oferece um jantar-espectáculo único. Quem entra no Bairro do Avillez não espera encontrar um espaço como este», explica José Avillez. «Há uma aura de diversão e de elegância associada aos clubes e aos cabarets dos anos 20 e dos anos 50. É esse ambiente que encontramos aqui no BECO – Cabaret Gourmet. Conjugando a alta-cozinha com o bar e com o espectáculo, queremos oferecer momentos de surpresa e de encanto e criar noites memoráveis», acrescenta.

Depois de atravessar uma passagem oculta, vai encontrar um espaço com elementos visuais surpreendentes. O ambiente do BECO- Cabaret Gourmet é exclusivo, boémio e sofisticado. Para que entre no espírito do espectáculo, o dress code é casual chic.

Não revelamos mais pormenores por agora: quando chegar, deixe-se levar pelo Mestre de Cerimónias. O espaço abre dia 16 de Março!