A edição “Luz” da ModaLisboa não poderia ter terminado de forma mais iluminadaFilipe Faísca encerrou o evento com um desfile brilhante (em todos os sentidos da palavra!).

Fertilizer foi o nome da coleção que juntou o passado e o presente. Numa primavera/verão que prima pela multiplicidade de texturas, o designer trabalhou os conceitos temporais opostos de forma a criar uma sinergia que iluminou toda a passerelle.

trabalho tradicional, típico da técnica do macramé, aliou-se aos métodos contemporâneos, utilizados para produzir os metalizados futuristas, numa junção pouco comum.

Em materiais como o algodão, o linho, a seda e a viscose, as propostas de Faísca ganharam forma através de tons de branco, marfim, cru, dourado, lima, púrpura, verde, preto e prata.

Para terminar em grande, o vestido de vidrilhos extra-reluzente ganhou vida com o andar poderoso da modelo, Maria Borges.  

Imagens © Teresa Costa Gomes