sangue é novo mas não é novidade nenhuma que, na plataforma SANGUE NOVOda ModaLisboa, o ADN é o dos talentos emergentes do design nacional.

Nesta edição, cuja tema é Luz, os jovens criadores que saíram da sombra para as luzes da passerelle foram: Alexandre Pereira, Carla Campos, Daniela Pereira, David Pereira, Federico Cina, Filipe Augusto, Ivan Almeida, Rita Afonso, Rita Carvalho e Rita Sá. 

Todos diferentes mas todos iguais: o seu sonho é vingar na indústria da moda e conseguir um lugar ao sol. Tal como em todas as edições, a plataforma SANGUE NOVO propõem-se a dar visibilidade e apoio aos novos designers e fá-lo através do prémio ModaLisboa. Eleito pelo júri Eduarda Abbondanza (Presidente da ModaLisboa), Cláudia Barros (Editora de Moda da Vogue Portugal), Filipe Faísca (Designer de Moda) e Alberto Caselli (Editor in Charge da Sport&Street), o talento vencedor receberá uma bolsa de 5000 euros atribuída pela ModaLisboa e um summer course, oferecido pela Domus Academy, em Milão.

Nesta edição, o premiado foi David Ferreira. Com uma linha intitulada NATIVE, onde as silhuetas andróginas e os códigos de streetwear se juntam através de técnicas de luxo. Inspirado nas tribos urbanas, nos códigos evolutivos e nas leis civilizacionais, David criou uma coleção-cápsula onde a desconstrução é a palavra de ordem. 

Imagens © Teresa Costa Gomes