Um golpe de marketing que gerou um buzz momentâneo e pouco mais? Uma tendência que nunca chegou a sê-lo, efectivamente? Não sabemos. No entanto, podemos observar, dois meses depois de termos contado a previsão da Vogue Americana de que os Stan Smith iam ser "substituídos" pelos Nike Cortez, que… Isso não aconteceu.

Nos dias que correm, em que o Instagram e o Snapchat reinam, tudo ao sabor do imediato, dois meses é muito tempo. É certo que muitas publicações e blogs deram força aos Cortez mas, como já dizia Coco Chanel, se a moda não chega às ruas, então não é moda!

E o que se viu no street style das semanas da moda internacionais, e até no dia-a-dia das ruas de Lisboa, não foram os Nike Cortez. Os Stan Smith continuam "reis das ruas", apesar de começarem a ter concorrência à altura: os Classic, da Reebok, são cada vez mais vistos. 

Veja os artigos: 

ADEUS, STAN SMITH. OLÁ…

OS 10 TÉNIS MAIS COOL DE 2015

10 LOOKS SEM SALTOS