A reabertura da TOD'S em Bond Street, Londres, foi o contexto perfeito para Diego Della Valle falar sobre uma questão em aberto, desde Maio: quem será, afinal, a substituta de Alessandra Facchinetti? Depois de 3 anos na direcção criativa da marca, Alessandra e a casa italiana anunciaram a saída da mesma, sem grandes justificações, nem planos futuros. A TOD'S não avançou com nennhum nome e Alessandra disse apenas que se iria dedicar a outros projectos.

Em vésperas da Semana da Moda de Milão, temos a resposta,, em declarações de Della Valle à Vogue US: não existirá nenhum nome "sonante" na direcção criativa da marca. A marca, e o seu AND, prevalecem intactos, sem "ruído" (ou seja, associação de um grande nome às suas criações que não o da marca).

Todo o destaque será dado… À própria criação! Novas criações, reinvenção das peças icónicas da marca, edições limitadas e colecções cápsula – isto sim, será a prioridade da marca, que quer manter, acima de tudo, o seu ADN sem, no entanto, parar no tempo“The idea is not to change our DNA but to make the next step. There is the same materials, more or less, and a few of our symbols—the luggage—plus one or two more to come in the next few months. This, and a store in Singapore, are the first examples of refreshed Tod’s aesthetic that will in time roll out across its global network.”

Para já, um teaser sobre o desfile da marca na MFW: não será um desfile! Della Valle descreve o "acontecimento" como um 'happening', sem adiantar quaisquer pormenores: “I think maybe a few journalists will want to kill me, but I hope that many of them will love it. It’s something new, and we need to keep trying new ideas.”

Ficaremos, sem dúvida, atentos!