Tal como a moda que se deixou de fazer nas passerelles e invadiu as ruas, o estilo também conquistou as plateias dos palcos dos festivais. A moda democratizou-se: o mood bohémio transformou-se em inspirações urbanas e ecléticas, as tatuagens passaram a ser o acessório de eleição e a individualidade é o epítome do bem vestir.

O Super Bock Super Rock foi o palco de bandas como os Red Hot Chili Peppers, FatBoy Slim e London Grammar – mas quem se destacou foi a atitude da multidão que cantava e encantava. 

Fotografia – João Marques da Silva