Há uma certa aura associada à Burberry. A marca britânica é conhecida pelo estilo clássico, pelos cortes impecáveis e pelo intemporal padrão tartan – mas as regras e os conceitos pré-estabelecidos existem para serem quebrados e foi assim mesmo que aconteceu no último desfile.

Em plena Semana de Moda de Londres, Christopher Bailey apresenta a sua última coleção como diretor criativo da marca. 17 anos depois, este é o seu adeus e não podia ter sido mais genial. A passerelle encheu-se de cor para celebrar a comunidade LGBTQ – o lendário tartan ganhou uma nova vida com todas as cores do arco-íris.

Uma explosão de padrões e felicidade encheu o espaço e contagiou o mundo da moda! Nem Cara Delevingne ficou indiferente – saiu da reforma para um último desfile e uma última homenagem ao seu querido amigo Bailey. Com um casacão de pelo colorido, a ex-modelo fechou o desfile da melhor forma. 

Em entrevista à Vogue USA, Christopher Bailey conta que denominou a coleção de Time porque é “sobre o passado, o presente e o futuro” da Burberry – e nós garantimos que será um futuro bem colorido!