Conheça alguns ingredientes (e duas regras de ouro) que deve considerar para as suas saladas:

1. Arroz vermelho: integra, antioxidante, com muito ferro, além de vitamina B6 (óptima para o sistema nervoso), além de ter bastante fibra (o que faz com que este alimento seja bastante saciante).

2. Batata Roxa: tem muitos mais nutrientes que a batata branca. É antioxidante, benéfica para o colesterol e tem muita vitamina C (na casca, essencialmente). Pode cozer e usar numa salada com espinafres e rúcula.

3. Noodles: este “esparguete” fininho, importado da cozinha oriental, é baixo em gordura e tem várias vantagens energéticas. São feitos com trigo, contém bastante ferro, cálcio e fósforo, óptimos para dentes e ossos, além de ácido fólico, que beneficiam pele e cabelo. É uma excelente alternativa à massa, pois é menos calórica e tem mais nutrientes.

4. Côco: excelente para controlar o colesterol, além de ter bastante fibra e sais minerais, com propriedades anti-envelhecimento. No entanto, é calórico, sendo que o seu consumo deve ser moderado.

5. Espinafre: ao contrário da alface (que tem muita água e poucos nutrientes), o espinafre é muito completo em fibra e vitamina C, além de ser baixo em calorias e não ter gordura.

6. Endro: não é a opção mais conhecida mas é uma alternativa interessante do ponto de vista nutricional (é muito aromática). Fresco é muito bom para o sistema digestivo, além de vitamina C e antioxidantes.

Regra de Ouro 1: inclua sempre proteína, para ter um prato completo e saciante. Pode sempre optar por peixe.

Regra de Ouro 2: quanto mais colorida for a sua salada, melhor – aposte em verduras de cores diferentes para uma salada com nutrientes variados e muito sabor.

 

 

Artigo adaptado de Vogue España.